Ligado ao Corpo de Cristo

Nessa altura da carta, o apóstolo Paulo falava aos coríntios sobre a diversidade encontrada na igreja.

Quando vamos à igreja do Senhor, encontramos não somente pessoas de todo tipo, isto é, naturalmente falando (como foram criadas por Deus), como também servos que foram agraciados pelo Senhor com diversos tipos de dons. O Espírito Santo é um só, mas as suas manifestações são muitas e diversas, conforme a multiforme graça de Deus. E aqui o Senhor nos mostra que Ele repartiu as manifestações do Espírito Santo entre os membros do Corpo de Cristo – aqueles que compõem a Igreja do Senhor -, de modo que ninguém tem todos os dons, mas também ninguém que se coloque no Corpo deixará de receber uma dessas manifestações. É dizer: ninguém é tudo, mas também ninguém é nada, todos foram chamados para depender da vida do corpo e também para ser canal de vida no corpo.

Acontece que nos nossos dias uma heresia tem entrado nos corações para destruir a vida espiritual dos crentes, defendendo a desnecessidade de se estar ligado à igreja, ao Corpo de Cristo. Certamente, como diz Paulo em Gálatas, “essa persuasão não vem Daquele que vos chamou”, pois o Senhor nos chamou para congregarmos, para vivermos em comunidade, servindo uns aos outros e desfrutando dos benefícios do Corpo de Cristo.

Você já viu cabeça separada do corpo em pessoa viva? Eu também não. Cristo não está morto, mas vivo!

Aqueles que querem uma relação com Cristo (cabeça) sem se relacionar com o Corpo de Cristo (igreja) estão servindo a um Jesus morto, por isso não ouvem sua voz, não recebem o Espírito Santo, não têm intimidade nem qualquer contato com o Jesus vivo.

O servo do Senhor é aquele que está ligado a Cristo – cabeça e corpo -, estando ligado à Sua igreja. Esse pode testemunhar de um Jesus vivo, que fala no meio do Seu povo. Em Apocalipse (2:1), Jesus é aquele que passeia no meio da Sua igreja, sondando, operando e falando. Assim é a experiência daqueles que estão no Corpo.

A pandemia afastou muitos do contato com a igreja, deixando acomodados outros que se acostumaram a assistir cultos e pregações apenas pela internet. Ocorre que esses cultos/pregações são uma bênção como complemento, mas NUNCA, em hipótese nenhuma, substituirão o indispensável relacionamento com o Corpo de Cristo.

É na igreja que somos usados pelo Senhor. É na igreja que nos relacionamos com nossos irmãos, conversamos, exortamos e somos exortados, consolamos e somos consolados, ajudamos e somos ajudados. Na igreja oramos uns pelos outros, e quem sobrevive sem a oração da igreja?

O Corpo de Cristo, até a volta do Senhor Jesus, será o lugar de todos que estão ligados ao Senhor e que desejam se relacionar com Jesus vivo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s